Buscar

Lula trabalhará como ministro mesmo impedido pela Justiça

(Foto: Juca Varella/Agência Brasil)

Mesmo impedido pela Justiça de assumir o posto de ministro-chefe da Casa Civil, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi escalado pelo presidente Dilma Rousseff para exercer informalmente o cargo. As informações são da Folha de S.Paulo.

De acordo com o jornal, Lula participará informalmente da articulação política do Palácio do Planalto. Essa é a função típica do ministro-chefe da Casa Civil, cargo para o qual foi nomeado, mas que não pode assumir por impedimentos judiciais.

E a primeira tarefa de Lula, segundo indicações da Folha, não será das mais tranquilas: ele irá capitanear uma estratégia que impeça o rompimento do PMDB com o governo federal. A reunião oficial dos peemedebistas para definir o assunto será em 29 de março.

Segundo pessoas próximas à cúpula do governo ouvidas pela Folha, não é possível neste momento “perder tempo esperando uma decisão do Supremo”. O STF deverá decidir a situação de Lula apenas na próxima semana, após o feriado de Páscoa.

A decisão de colocar Lula mesmo que informalmente no cargo é também, segundo auxiliares da presidente, uma forma de mostrar que o petista aceitou o cargo não para de proteger da Justiça, mas para ajudar na governabilidade. O ex-presidente deverá se reunir, ainda hoje, com Dilma.

No restante da semana, antes do feriado, estão previstos encontros de Lula com o vice-presidente Michel Temer e com o presidente do Senado, Renan Calheiros. Ambos são tidos como principais agentes do PMDB e podem, na visão do PT, ser cruciais em uma tomada de decisão favorável à permanência no governo.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.