Buscar

Mesmo preso, Puccinelli segue como pré-candidato do MDB ao Governo do Estado

Convenção está marcada para o dia 04 de agosto

Imagem: Arquivo / Nova News

Cb image default

Segundo reportagem do Jornal Midiamax, a executiva regional do MDB não pensa em substituir o ex-governador André Puccinelli, preso pela Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (20), como candidato do partido ao governo estadual. Conforme a publicação, por meio de sua assessoria, o partido, presidido regionalmente justamente por Puccinelli, anunciou que André seria mesmo o candidato ao governo.

Prisão

André Puccinelli, seu filho, o advogado André Puccinelli Junior, o advogado João Paulo Calves também foram presos na manhã desta sexta-feira (20). A prisão, que é preventiva, foi decretada pelo juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara da Justiça Federal.

Responsável pela defesa do ex-governador, o advogado Renê Siufi afirmou que estranhou a prisão às vésperas da convenção partidária marcada para o dia 04 de agosto, e que sacramentaria a candidatura de Puccinelli ao governo. O defensor disse que está avaliando o decreto de prisão para entrar com um pedido de habeas corpus para liberar Puccinelli. (Com informações do Midiamax e Campo Grande News).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.