Buscar

Mirando as eleições do próximo ano, Puccinelli visita região para oxigenar MDB

Ex-governador percorreu as cidades de Anaurilândia, Batayporã, Nova Andradina e Ivinhema

Cb image default
Da esquerda para a direita, deputado Renato Câmara; prefeito de Batayporã, Jorge Takahashi; 1ª dama Cléia; André Puccinelli e os vereadores Cabo Máximo e Danilo Enz - Imagem: Divulgação

O ex-governador André Puccinelli (MDB) esteve na manhã desta sexta-feira (31) percorrendo algumas cidades da região do Vale do Vale do Ivinhema. Uma das figuraras políticas mais emblemáticas do Estado de Mato Grosso do Sul vem buscando oxigenar seu partido nos últimos dias e tentar se fortalecer nas principais cidades do interior para as próximas eleições.

Puccinelli começou sua agenda pela região visitando a cidade de Anaurilândia, onde manteve contato com atual prefeito Edinho Takazono, do mesmo partido. Lá, o cacique da legenda ouviu o chefe do Executivo Municipal dizer que não irá permanecer no MDB. Edinho foi cauteloso e não confirmou qual será seu novo partido. André ouviu as ponderações dele, aceitando sua decisão.

A outra parada de Puccinelli foi em Batayporã, onde manteve contato com as principais figuras do MDB local, dentre elas, o atual prefeito Jorge Luiz Takahashi, que deverá disputar a sua reeleição pela legenda no município. Na cidade, André ouviu os vereadores do partido, prefeito e algumas lideranças, já traçando metas para as eleições do próximo ano. A intenção do mandatário é tentar formar um arco de alianças no sentido de manter a legenda à frente da Administração Municipal.

Saindo de Batayporã, André Puccinelli mirou a cidade de Nova Andradina, onde, acompanhando pelo vice-prefeito Newton Luiz de Oliveira (Nenão), visitou lideranças e tratou de estratégias para fortalecer o partido no munícipio. Na última disputa para a prefeitura local, o italiano foi figura importante no processo que resultou na eleição do atual prefeito José Gilberto Garcia (PR).

Segundo assessoria de Puccinelli, de Nova Andradina o próximo destino seria a cidade de Ivinhema. O ex-governador estava acompanhado de dois assessores e do deputado estadual Renato Câmara, também do MDB.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.