Buscar

Picarelli solicita ao governo ampliação de número de delegados para suprir demanda de municípios de MS

Deputado participou da solenidade de abertura do curso de formação para os novos delegados realizada nessa segunda-feira (2)

Cb image default
Deputado diz que número reduzido prejudica principalmente as delegacias do interior - Foto: Divulgação

Para atender a demanda da Polícia Civil no Estado, o governo de MS precisaria nomear 74 novos delegados, segundo o corregedor-geral da Assembleia Legislativa, deputado estadual Maurício Picarelli (PSDB). Ele participou da solenidade de abertura do curso de formação para os novos delegados, realizada nessa segunda-feira (2), na Academia de Polícia Civil “Delegado Júlio Cesar da Fonte Nogueira” (Acadepol) em Campo Grande, e disse que vai pedir um levantamento para verificar a necessidade da nomeação de vários dos alunos já em fase de curso de formação na academia.

Nesta quarta-feira (3), durante a sessão ordinária, Picarelli, preocupado com o déficit no cargo de delegados que chega a 40,91% dos 330 postos previstos para a instituição, reinteirou que apenas 195 estão ocupados. Isso, conforme o parlamentar, prejudica principalmente nas delegacias do interior, já que 23 municípios, inclusive de fronteira, que não têm delegados-titulares, acabam “emprestando” policiais de cidades próximas.

Diante desse percalço, Picarelli apresentou ao Poder Executivo, com cópia à Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), indicação solicitando a viabilização imediata de mais agentes para atenderem a demanda do quadro da categoria.

De acordo com o deputado, apesar da política de segurança adotada pelo governador Reinaldo Azambuja dar atenção especial ao combate ao crime, principalmente nas fronteiras, onde o aumento no investimento é visível, há viaturas novas, armamento e incentivo ao servidor da segurança pública, com cursos e promoções. No entanto, há necessidade urgente de aumento do número de delegados em razão de Mato Grosso do Sul protagonizar o crescente índice de criminalidade e de registro de ocorrências dos mais diversos tipos. “Tenho certeza que o aumento do número de delegados também é pauta da agenda do governador. Com mais delegados atuando em nossos municípios, será garantida uma maior segurança e mais tranquilidade para a população”, finalizou Picarelli.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.