Buscar

Reinaldo Azambuja é eleito presidente do Consórcio Brasil Central

Ele assume mandato de um ano (2019) que estava vago e pertenceu o Governo de Mato Grosso em 2018

Imagem: Alex Wendel / Governo de Rondônia

Cb image default

Tomou posse nesta quinta-feira (24) como novo presidente do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja. Ele assume mandato de um ano (2019) que estava vago e pertenceu o Governo de Mato Grosso em 2018.

Criado em 2015, o grupo tem objetivo de fomentar o crescimento individual e regional dos estados participantes: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Rondônia e Tocantins, além do Distrito Federal.

Reinaldo Azambuja foi eleito por unanimidade entre os gestores presentes. Participaram da escolha os governadores Flávio Dino (Maranhão), Marcos Rocha (Rondônia) e Ronaldo Caiado (Goiás). Os demais chefes de Estado não puderam ir ao encontro e mandaram representantes.

“Definimos que faremos uma alternância. Ano a ano um presidente vai assumir as diretrizes e o comando do Consórcio”, explicou o governador sul-mato-grossense. Segundo ele, projetos estruturantes para os estados do Brasil Central, debatidos entre 2015 e 2018, serão levados adiante.

Entre eles estão: investimentos federais em infraestrutura para ampliar exportações dos estados do bloco; criação de um programa nacional de defesa das fronteiras, para reduzir a criminalidade nos grandes centros do País; e compra unificada de medicamentos de alto custo para o barateamento dos itens.

Ainda na assembleia geral, os secretários estaduais de Mato Grosso do Sul, Jaime Verruck (Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica) foram indicados para compor o Conselho de Administração do Consórcio. (As informações são da Subsecretaria de Comunicação - Subcom).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.