Buscar

Roberto Pereira e Nenão requerem prazo para instalação do Tiro de Guerra

Imagem: Divulgação/Assessoria 

No segundo semestre de 2013, Nova Andradina iniciou as tratativas para a implantação de uma unidade do Tiro-de-Guerra. Um ano depois, em novembro de 2014, a Câmara de Vereadores aprovou o projeto de lei que autoriza o município a firmar acordo de cooperação com o Comando do Exército da 9ª Região Militar para que essa sede fosse viabilizada.

Na época, o comandante, general João Francisco Ferreira, esteve na cidade para vistoriar algumas áreas que poderiam abrigar esta unidade. Contudo, de lá pra cá, parece que não houve avanços no projeto. Por isso, os vereadores do PMDB, Roberto Pereira e Newton Luiz Oliveira (Nenão), solicitaram informações a respeito deste assunto ao poder executivo.

O requerimento foi aprovado na primeira sessão do mês de maio do legislativo municipal. Os vereadores perguntam sobre a previsão para o início da sua instalação, se existe recursos para sua conclusão e qual a prazo para o término da obra.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.