Publicado em 17/08/2019 às 14:54, Atualizado em 17/08/2019 às 18:25

Com menos de 5% da visão, idosa de 81 anos chega às quartas de final no campeonato de bocha em Jogos da Melhor Idade em Nova Andradina

Dona Renatinha garante que o que lhe falta de visão lhe sobra de motivação. "Eu não permito que minha dificuldade na visão me aprisione", disse

Bárbara Ballestero, Redação Nova News
Cb image default
Renatinha à esquerda da foto, junto com sua grande amiga e parceira de jogo, Valdevina - Foto: Nova News

Quem vê Dona Renatinha de 81 anos jogando bocha, não imagina que a idosa possui menos de 5% da visão. A bocha é um jogo praticado com diversas bolas grandes e uma bola pequena, em uma cancha com dimensões retangulares, onde o objetivo principal é fazer com que as bolas grandes se aproximem ao máximo da bola pequena.

Cb image default
 Dona Renatinha e sua parceira Valdivina confraternizando com o time de Campo Grande após a partida - Foto: Nova News

Renata Bueno Fermino de 81 anos é natural de Álvares Machado (SP) e há 15 anos mora em Bataguassu (MS). A reportagem conheceu Renatinha durante as quartas de final do jogo de bocha feminino dos Jogos Estaduais da Melhor Idades em Mato Grosso do Sul. Simpática, auto astral e muito alegre Renatinha conversou com o Nova News depois do jogo que tirou ela e sua parceira de disputar a semifinal do campeonato.

Para arremessar a bola na pista, ela conta com a ajuda da grande amiga e parceira de jogo, Valdevina Clemente da Silva, que a pega pelo braço, a posiciona no lugar estratégico e direciona a jogada da amiga. Mesmo com a visão comprometida devido a uma enfermidade nos olhos há mais de 15 anos, Dona Renatinha não se intimida com o jogo e com disposição e muita concentração faz suas jogadas e dá show de superação.

Para a educadora técnica Graciele Liberato dos Santos, Renatinha é um verdadeiro exemplo, além da bocha a idosa adora jogar dominó, e é ótima garante a professora. A coordenadora do Projeto Melhor Idade de Bataguassu Maria Aparecida da Silva Passos explicou que o objetivo do Projeto Melhor idade é exatamente esse, dar oportunidade de lazer e interação a idosos que se não estivessem participando dessas atividades certamente estariam em casa, ociosos às margens de uma depressão. "Não basta envelhecer, tem que envelhecer bem, com alegria e prazeres, é preciso viver muito, mas mais importante que isso, é preciso viver com qualidade.

Ao final da entrevista Dona Renatinha deixou uma mensagem aos mais novos e a todos que andam desanimados. "É muito importante acordar com alegria, abrir os olhos e pedir força pra Deus para viver mais um dia. Não desanimar, mesmo com muitas dificuldades. Ter fé sempre, pois ela nos leva pra frente. E ter muita coragem para encarar os medos.

Renata Bueno diz que se não fosse sua fé em Deus e a coragem que tem para encarar as dificuldades da vida, não teria forças pra ser tão feliz como é. "Eu moro sozinha, mas sou abençoada, tenho tudo, e aquilo que falta Deus compensa. Eu amo o Projeto Melhor Idade, lá é minha segunda casa", finalizou.

Cb image default
Para Dona Renatinha a vitória mais gratificante  é a possibilidade de participar - Foto: Nova News
PGlmcmFtZSBpZD0iXzhscnNoZGlhMCIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC80T01obW5kaHdhVT9yZWw9MCZhbXA7YW1wO3Nob3dpbmZvPTAiIGZyYW1lYm9yZGVyPSIwIiBhbGxvd2Z1bGxzY3JlZW49IiI+PC9pZnJhbWU+