Buscar

Depois de ser abandonada, adotada e devolvida, Belinha agora ganha um lar definitivo

Cachorrinha agora recebe toda a atenção dos novos donos

Foto: Arquivo Pessoal

Cb image default

Para os que acompanharam o drama de Belinha, finalmente uma boa notícia: Ela finalmente foi adotada.

Belinha havia sido abandonada por uma família que se mudou de endereço e a deixou presa no quintal da antiga casa, sem água e sem comida. Ela foi resgatada por funcionários de um posto de saúde, localizado na região do Centro Educacional, em Nova Andradina.

Conforme noticiado anteriormente pelo Nova News, uma das funcionárias do local disse que a equipe percebeu que a cachorra estava em situação de abandono e conseguiu soltá-la do quintal. A cadela logo se afeiçoou ao pessoal que trabalha na unidade de saúde, uma vez que eles começaram a tratá-la e a recolheram no pátio do local.

Ela foi muito bem tratada pelos funcionários, mas precisava de um lar. Até que um casal procurou uma das funcionárias para adotar ‘Belinha’. Ela foi adotada, porém devolvida em seguida.

“Eles mostraram boa vontade em adotar, mas por outro lado, disseram que o espaço da casa onde moram não seria o ideal para o animal, então decidiram devolve-lo”, disse uma voluntária na ocasião.

Após o fato, a ONG Patinhas de Amor (antiga Mundo Pet) intermediou a adoção e encontrou um lar definitivo para a cachorrinha.

Belinha foi adotada por Estevão e Fátima, um casal de Nova Andradina .

Segundo apurado pela reportagem, o cachorrinho da família morreu por conta da idade avançada e eles procuravam um novo companheirinho. Foi quando a filha deles, Elenilza, sugeriu que eles realizassem uma adoção.

“Eu pensei em olhar no CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), mas por coincidência abri o Facebook e vi a publicação da ONG falando da Belinha. Maior coincidência ainda, é que meu pai tinha ouvido falar dela na rádio. Aí eu enviei a foto para ele, dizendo que era ela e ele se apaixonou,” conta Elenilza.

A família procurou a ONG e adotou a Belinha, que já está recebendo muito carinho na casa nova.“Todo meu amor pelos animais vem dos meus pais, eu tinha certeza que eles iriam gostar da Belinha e dar todo o carinho e amor que ela merece. Ela chegou tímida, mas agora já se adaptou e sabe que aqui é seu lar,” finalizou Elenilza.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.