Buscar

Festival de Cinema em Ivinhema começa domingo (27 ) trazendo show da Perla e filme Bacurau

O evento acontece até 1º de novembro

Foto: Divulgação

Cb image default

Com um show da cantora Perla no dia 27 de outubro tem início em Ivinhema a 16ª Edição do Festival de Cinema do Vale do Ivinhema. O evento acontece até 1º de novembro e este ano traz o tema América Nuestra, que vai refletir a latinidade no audiovisual com filmes e apresentações culturais.

O título vem de um roteiro nunca filmado de Glauber Rocha, que é o homenageado desta edição. Reynaldo Massi, fundador de Ivinhema, que tem o centenário de seu nascimento lembrado este ano, será o homenageado local.

O Festivali é realizado pela Fundação Nelito Câmara. A curadoria é do cineasta Joel Pizzini e da curadora assistente Juliana Domingos, que selecionaram filmes premiados para a Mostra Competitiva de Longas e os Curtas para exibição.

O melhor longa receberá R$3 mil e a melhor direção, R$2 mil. Os curtas em competição levarão mil reais o primeiro colocado, R$ 600 o segundo e R$400 o terceiro.

Entre os filmes que concorrem ao Prêmio Adecoagro de Cinema está o aguardado Bacurau, do pernambucano Kleber Mendonça, vencedor do Prêmio do Júri do Festival de Cannes neste ano.

Breve Miragem de Sol, de Érik Rocha, filho de Glauber, também estará competindo. Ainda do Brasil, concorrem No Coração do Mundo, de Gabriel Martins e Maurilio Martins e Estou Me Guardando Para Quando O Carnaval Chegar de Marcelo Gomes.

Los Silencios, de Beatriz Seigner, representa a Colômbia, Vermelho Sol, de BenjamínNaishtat, concorre pela Argentina. O curta Kiriri, de Miguel Aguero traz o novo cinema paraguaio. Outros curtas que serão exibidos são Beth e Betinha de Marinete Pinheiro, O Amor e o Resto de Mariana Sena e Aiku’èR-existo Performance de ZahyGuajajara de Mariana Villas-Bôas. Asessão comentada será com o filme Os Jovens Baumann de Bruna Carvalho Almeida.

O Festivali conta também com uma Mostra Competitiva de curtas-metragens realizados por estudantes, projeto semifinalista do prêmio Itaú-Unicef 2018, que este ano traz oito produções de Ivinhema e uma de Angélica. Além dos filmes, haverá uma série de oficinas de audiovisual com Elis Regina Nogueira, Franciele Gadotti e Mauricio Costa Jr.

A abertura será no domingo, 27, às 20hs no Cinelito com o show Perla, Voz e Piano, com clássicos latinos. No dia 31 haverá o concerto Latinidade com Marcelo Loureiro e banda.

Durante o Festivali, haverá ainda o 4º Concurso de Dança de Rua. Na noite de premiação, dia 01 de novembro, terá a apresentação do grupo de Balé da FNC.

Os apoiadores culturais da 15ª edição do Festival de Cinema do Vale do Ivinhema são Sesc MS e Adecoagro e patrocínio de Irmãos Capucci e prefeitura Municipal de Ivinhema. A Fundação Nelito Câmara existe desde 2005 e atua na promoção e formação cultural em Ivinhema, Jardim, Douradina e Dourados.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.