Buscar

Novembro Azul: Urologista que atende em Nova Andradina alerta sobre a importância da prevenção ao câncer de próstata

Dr. Gustavo Battistetti atua na unidade do Hospital Cassems

Cb image default
Urologista Dr. Gustavo Battistetti - Imagem: Acácio Gomes

Nesta terça-feira, dia 17 de novembro, foi comemorado o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, e levando em conta o contexto da Campanha Novembro Azul, que trata da importância do diagnóstico precoce e dos cuidados com a saúde do homem de modo geral, o urologista Dr. Gustavo Battistetti, que atua no Hospital da Caixa de Assistência ao Servidor do Estado de Mato Grosso do Sul (Cassems) de Nova Andradina falou sobre o tema - precisando de assessoria de imprensa? Clique aqui e saiba mais.

Segundo o especialista, que é formado pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e que atua na área desde 2012, o grande fator de risco para o câncer de próstata é a idade, sendo que, a partir dos 40 anos, todos os homens devem realizar os exames preventivos.

O médico ressalta que, além da idade, fatores genéticos também devem ser levados em conta. “Homens cujos parentes de primeiro grau desenvolveram a doença devem ter cuidado redobrado”, alerta.

Entre os 40 e 45 anos, é importante que o homem faça o exame pelo menos uma vez e, dos 45 anos em diante, ele deve fazer o procedimento anualmente

Dr. Gustavo Battistetti

Dr. Gustavo explica que há duas formas de exames preventivos ao câncer de próstata, sendo eles: o toque retal e o PSA (Prostate-Specific Antigens, ou antígenos específicos da próstata), que é uma forma de rastreio realizado por meio de um exame de sangue. Segundo o urologista, o recomendado é que os homens façam os dois procedimentos.

“O toque retal pode deixar escapar determinados tipos de câncer enquanto outras variações da doença podem não aparecer no PSA, portanto, ao se submeter aos dois procedimentos, o paciente consegue uma cobertura preventiva de praticamente 100%”, pontua o médico.

Nas palavras do especialista, o câncer de próstata não dá sinais iniciais, sendo que, geralmente, quando surgem os primeiros sintomas, a doença já pode estar em um estágio bem avançado. “Somente com os exames é possível o diagnóstico precoce. Quando descoberto no início, as chances de cura chegam a 90% e o tratamento geralmente é bem simples, porém, em situações de diagnóstico tardio as complicações são muitas”.

Cb image default
Próstata aumentada - Divulgação / Sociedade Brasileira de Urologia

Gustavo Battistetti afirma que muitos homens não procuram atendimento médico para realização de exames preventivos por preconceito, falta de informação ou medo de um possível diagnóstico, mas ele destaca que é muito importante que os exames sejam feitos.

“É preciso deixar o medo e o preconceito de lado, buscar entender mais sobre o assunto e agir na prevenção, pois a vida e a saúde são bens muitos valiosos e merecem total prioridade”, afirma ele.

Estudos revelam que de cada 100 homens, 5% terão câncer a partir dos 45 anos. Além da idade e de fatores genéticos, a incidência da doença também pode está ligada ao consumo excessivo de álcool, tabagismo, sedentarismo, obesidade e consumo exagerado de proteínas.

“A busca por hábitos saudáveis de vida aliada aos exames preventivos são a melhor estratégia que o homem tem para evitar o câncer de próstata ou, em caso de diagnóstico positivo, tratá-lo com sucesso”

Dr. Gustavo Battistetti

Segundo dados do o Instituto Nacional do Câncer (Inca), divulgados pela Agência Brasil, 65.840 novos casos de câncer de próstata no Brasil são estimados para cada ano do triênio 2020-2022, com 15.576 mortes relacionadas. Esse valor corresponde a um risco estimado de 62,95 casos novos a cada 100 mil homens.

“A Campanha Novembro Azul chama a atenção da sociedade para esta questão, mas não podemos nos esquecer que cuidar da saúde, principalmente no âmbito preventivo, deve ser uma iniciativa que parte da consciência de cada um. Deixar a doença agir livremente por falta de informação, medo ou preconceito só causa sofrimento tanto ao paciente quanto à sua família”, alerta Gustavo Battistetti.

Saiba mais

O urologista Gustavo Battistetti atende particular e por meio de convênios de segunda a sexta-feira das 13h às 16h no Hospital Cassems de Nova Andradina, que fica na Rua Walter Hubacher, 748, telefone (67) 99924-2444.

Em suas redes sociais Instagram e Facebook, bem como em seu site, o especialista disponibiliza conteúdos e dicas de saúde às pessoas interessadas. Para saber mais, é possível entrar em contato pelo celular / WhatsApp (67) 9 9924-2444 e falar com a secretária Valéria. (Precisando de assessoria de imprensa? Clique aqui e saiba como divulgar seu trabalho, sua empresa ou a instituição que você representa).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.