Buscar

“O desdobramento das mensagens divulgadas”, por Elizeu Gonçalves Muchon

Cb image default
Elizeu Gonçalves Muchon - Foto: Divulgação

Creio que algumas das principais autoridades do País estão preocupadas, de orelha em pé, diante da vulnerabilidade, após exposição das mensagens “criminosamente hackeadas” e divulgadas pelo Site Intercept Brasil.

É um imbróglio dos grandes, mesmo porque as divulgações são em conta gotas e não se sabe o que ainda pode ser divulgado.

Até os poderosos Ministros do STF estão incomodados, ou se sentido desconfortáveis, ao saber que mensagens atribuídas ao Procurador da República Delton Dallagnol, sugeriu uma investigação nas finanças pessoas do Ministro Dias Toffoli e sua mulher Roberta Rangel.

Acontece que a Constituição proíbe que um Procurador de primeira instância investigue Ministro do Supremo, somente a Procuradoria Geral da República poderia tomar essa decisão.

Mas de fato, não se sabe se houve alguma investigação, ou se não passa de mensagens com alarme falso. Pelo sim ou pelo não, o Ministro Alexandre de Morais, ao saber que o inquérito que apura invasões de celulares pode estar investigando possíveis ilícitos de Ministros do STF, Moraes já solicitou cópia.

Não bastando, já circula um movimento orquestrado pelo STF, para afastar Delton do comando das investigações da Lava Jato.

O Brasil tem muitos problemas. Seja na sociedade civil ou nos três poderes constituídos. Ainda há mais dois poderes nãos constituídos, mas são poderes com força inimaginável, o Ministério Público e a Imprensa, que igualmente tem seus problemas. Tudo bem, o mundo é humano e suscetível a problemas e falhas, entretanto, há um limite para tudo.

O desdobramento das mensagens divulgadas e as que certamente ainda serão divulgadas, pode sobrar pra muita gente. Espera-se, pelo menos que a operação Lava Jato não perca forças e continue investigando, mas dentro do limite da Lei e sem abuso de autoridade.

Elizeu Gonçalves Muchon – Professor e Jornalista

elizeumuchon@hotmail.com

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.