Buscar

Os maiores trapaceiros de cassinos

Cb image default

Apesar de que os cassinos no Brasil são proibidos, é inegável o interesse e curiosidade que esse universo desperta. Na literatura e no cinema, existem incontáveis histórias de pessoas que conseguiram burlar os sistemas de vigilância das casas de jogos. Mas essas apenas são ficções, e muitas vezes a ficção é superada pela realidade. 

Gonzalo García Pelayo

Gonzalo nasceu no dia 25 de maio de 1947 na Espanha. Desde jovem, tinha talento para os jogos, mas mesmo assim decidiu ser produtor e matemático, o que lhe deu os conhecimentos necessários para se tornar milionário.

Nos anos 90, Gonzalo decidiu criar uma estratégia para vencer a roleta ou para, pelo menos, pôr as probabilidades ao seu favor. Estudou e fez experimentos com o jogo durante alguns anos. Ele e os 5 filhos, todos maiores de idade, iam aos cassinos de Madri para tomar notas de todos os números ganhadores que saiam na roleta. Com seus cálculos e os de um computador, a família García Pelayo conseguiu ganhar 1,5 milhões de dólares. Mas o cassino não acreditou na sorte deles e processou a família, alegando trapaça. O julgamento durou desde 1990 até 2004, e Gonzalo conseguiu ganhar o caso.

Edward Thorp

Thorp foi um grande professor de matemática nascido em 1932 nos Estados Unidos. Nos anos 60, Edward percebeu que o blackjack é diferente de outros jogos de azar, e que é possível prever o que vai acontecer nesse jogo. Thorp usou um supercomputador IBM -os mais poderosos na época- para estudar as probabilidades e desenvolver uma tecnologia para contagem de cartas. Para testar sua teoria, Thorp entrou em contato com um jogador profissional de blackjack. Os dois foram a um cassino onde puderam comprovar que, de fato, o método funcionava. Com 10.000 dólares conseguiram ganhar outros 11.000 em apenas um final de semana, mas o cassino percebeu e os serviços de segurança não deixaram eles jogar mais.

Depois de comprovar sua teoria, Edward escreveu um livro chamado Beat The Dealer, onde ensinava seu sistema. O livro se tornou um best seller e muitos jogadores conseguiram grandes quantias de dinheiro com ele, mas os cassino não gostam nem um pouco, e as pessoas que usam o método Thorp são muitas vezes banidas.

Dustin Marks

Desde criança Dustin fazia truques de mágica e sonhava com ser ilusionista, um sonho que para ele nunca se desvaneceu. Depois de terminar a universidade, Marks decidiu virar croupier para aperfeiçoar sua técnica. Dessa forma, acabou trabalhando em um cassino em Las Vegas, onde fazia seus truques e trapaças e os filmava com uma camêra. Se ele não percebia os seus próprios truques nas filmagens, então eram perfeitos.

Assim, depois de desenvolver uma estratégia, decidiu se aliar a outro croupier de um estabelecimento próximo. Eles iam alternando entre croupier e jogador nos diferentes cassinos, pondo suas táticas em prática, e conseguiam fazer, em apenas uma noite, mais de 100.000 dólares. Os dois se tornaram uma das duplas de jogadores mais bem sucedida da história, e o melhor, nunca foram pegos. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.